A Maratona 2013 chegou!

A proposta é de tirar o fôlego. Uma maratona de livros de banca.
Um romance por mês, cada um com um tema diferente.
Começando em abril e indo até março de 2014.

 photo textoinicial_zpsdaf5f322.png

Patricia Wadell - Riscos do coração - CH 282 Resenha de Março da Hanne Lúcio

2 comentários

África do Sul, 1883

Ela era uma lady... Ele, um homem extremamente sexy. No que essa combinação poderia dar?

Receber uma herança na África distante era um sonho que se tornava realidade para Olívia St. John. Uma pensão em uma cidade mineradora não era sinônimo de riqueza, mas possibilitaria a Olívia fazer o que mais desejava: conhecer outras terras, pessoas diferentes, viver uma vida de aventuras. O testamenteiro de seu tio providenciara um acompanhante para escoltá-la pela região implacável. Matthew Quinlan, rude e severo, era um respeitado comerciante de pedras preciosas. E nem de longe lembrava os cavalheiros com quem Olívia era familiarizada. O que não a impediu de sentir-se perigosamente atraída por ele!


Minhas considerações:
A estória é muito interessante, principalmente por se passar na África, considerada como uma nação selvagem e desconhecida do “homem branco”. Aliás, escolhi este livro justamente por isso, para conhecer um pouquinho mais a África do Sul de tempos antigos.

As descrições dos bichos, das paisagens, dos rituais e da maneira de viver de alguns povos africanos é muito atraente, enriquecendo a narrativa. A questão da extração dos diamantes e de como as cidades “viviam” por meio das minas é super intrigante e bastante interessante.
A estória de amor de dois jovens tão diferentes, mas tão parecidos em alguns aspectos é muito bonita, sem ser piegas ou ilusória.

O moçinho é bonito, inteligente, bondoso e honesto, mas é também arrogante e rude. Acha-se inferior a moçinha, pois nasceu num bairro pobre e desgraçado de Londres, não tendo família e sem educação. Achei engraçado saber que ele adora laranjas, além de uísque e mulheres!
A moçinha por sua vez é educada, culta, gentil, corajosa, sonhadora e muitoooooooooo teimosa. Está disposta a fazer todo o possível para ser independente, ser a dona da sua vida.

Olívia precisa chegar a Kimberley (África do Sul) a fim de administrar a pensão que herdou do tio e Quinn é o guia mais habilidoso e experiente capaz de ajudá-la a chegar até seu destino. Mas no decorrer da viagem várias situações acontecem e o amor nasce.

Após a descoberta do amor e de uma herança ainda maior deixada pelo tio, Olívia precisa convencer Quinn de que ele é o bom o bastante para ela, de que ele precisa de uma família e deixar para trás a vida de desafios e perigos e mais importante: de que ele precisa dela!
É muito fofa a forma como ele a trata chamando-a de borboleta. Simplesmente irresistível! Adorei a passagem em que ele grita, ou melhor, berra para todo mundo ouvir que a ama! Essa foi a rendição final.

O livro é excelente! Recomendo!!!
Se você gostou, compartilhe!
Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

2 Response to Patricia Wadell - Riscos do coração - CH 282 Resenha de Março da Hanne Lúcio

30 de março de 2010 15:01

Olívia precisa convencer Quinn de que ele é o bom o bastante para ela, de que ele precisa de uma família e deixar para trás a vida de desafios e perigos e mais importante: de que ele precisa dela!

Me interessei por essa parte aí, hehehe. Ah, e claro, o fato de ele gritar pra todo mundo ouvir tb influenciou muito!!!! :D

7 de abril de 2010 18:59

Nossa, parece legal mesmo essa estória!!!!
Entrou pra minha lista!!!!!
Estou louca para ler!!!!

Postar um comentário