A Maratona 2013 chegou!

A proposta é de tirar o fôlego. Uma maratona de livros de banca.
Um romance por mês, cada um com um tema diferente.
Começando em abril e indo até março de 2014.

 photo textoinicial_zpsdaf5f322.png

Resenha da Mônica Monte Souza - Julia James - O Chamado do Desejo

0 comentários


O chamado do desejo – Julia James

Quando Nikos Theakis, um magnata grego, ofereceu a Ann Turner um milhão de dólares por seu sobrinho órfão, ela aceitou o dinheiro e partiu. Jovem, pobre e sozinha, Ann fez o que achava melhor para a criança... e quase se destruiu. Mas agora o pequeno Ari precisa dela, e o impiedoso grego lhe propõe um novo e diferente acordo: Ann deve passar um mês em sua ilha na Grécia...

Esse livro me deixou ambivalente: apesar de ter gostado do estilo da autora, que escreveu uma história que não cansa, ao mesmo tempo detestei muitas partes do livro.
O Nikos e a Ann são concunhados e com a morte do irmão dele e da irmã dela, o Nikos oferece um dinheiro para ficar com a guarda do sobrinho. A Ann aceita, o que faz o Nikos imaginar barbaridades dela. Eles se reencontram quatro anos depois e ela quer voltar a conviver com o sobrinho e apesar do Nikos não aceitar muito a ideia, concorda por causa da mãe e do sobrinho.
O Nikos continua imaginando o pior da Ann (pra variar), mas ao mesmo tempo passa a querer um relacionamento com ela e quando eles se envolvem, ele continua achando que ela não presta, mas depois que eles passam uma noite juntos, ela não quer continuar o caso com ele, então ele oferece um diamante para que eles continuem juntos, mas ela não aceita. Nisso entra a mãe do Nikos, que age como um cupido tentando reaproximar os dois.
Como comentei, o livro não é uma tortura de ler, mas a história tem muitos pontos que irritam: a Ann no começo da história aceitar um milhão de libras pela guarda do sobrinho e no fim da história ela contar que usou esse dinheiro para construir um orfanato? Muito frouxo esse argumento, porque sinceramente, o Nikos tinha motivos para pensar mal da Ann por ela ter aceitado o dinheiro tão facilmente, para no fim a autora tirar um coelho da cartola como um mágico.
Outras ações da Ann demostram que ela é interesseira e no fim a autora a faz parecer como uma Madre Teresa de Calcutá. E tudo bem que ela usou o dinheiro para uma boa ação, mas no processo abriu mão do sobrinho que ela adorava, pra depois aparecer como se nada tivesse acontecido. No fim, ela justifica que pensou na mãe do Nikos, mas sinceramente, outro ponto questionável do livro, porque ela poderia se entender muito bem com a mãe do Nikos para as duas poderem criar o sobrinho, como se entenderam quando ela foi passar um tempo com eles na Grécia.
Então o que ficou pra mim, é que o livro forçou a barra para que o Nikos pensasse mal da Ann, para no final trazer explicações totalmente estapafúrdias para convencê-lo do bom caráter dela.
Se você gostou, compartilhe!
Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

Sem comentários para "Resenha da Mônica Monte Souza - Julia James - O Chamado do Desejo"

Postar um comentário