A Maratona 2013 chegou!

A proposta é de tirar o fôlego. Uma maratona de livros de banca.
Um romance por mês, cada um com um tema diferente.
Começando em abril e indo até março de 2014.

 photo textoinicial_zpsdaf5f322.png

Nora Roberts - Uma paixão indomável - Bianca 401 - Resenha de Catarina Cardoso

2 comentários


Seria Jo capaz de abandonar um mundo de sonhos e fantasia para viver um grande amor?

Jovillette consultou o calendário preso à parede e suspirou. Dentro de poucas semanas terminaria o verão e, com ele, a temporada daquele ano.
O futuro dela e de Keane estava, portanto, atrelado à decisão que ele tomaria com respeito ao circo. Mas seu coração apaixonado recusava-se a pensar na separação que talvez ocorresse. Entregue ao destino, ela só via uma saída: recordar os momentos maravilhosos que havia desfrutado com Keane, embora soubesse que não viveria feliz só de lembranças.

É a história de uma domadora de leões (Jo), nascida e criada no circo e um advogado que herdou o circo do seu pai (Keane).
Ela é ingênua mais também é atiradinha.. ela o vê de longe e oferece a ele uma carona no elefante toda insinuante...mais depois que fica sabendo que é o cara que ela mais odeia mesmo não o conhecendo.
Ele é o filho do dono do circo, que ela julgava ter abandonado o pai.
E o pai do cara era como se fosse um pai pra ela porque ela perdeu os pais novinha.
E eles ficam de rolo.
De repente o sentimento de ódio que ela sentia por ele vai sendo substituido pelo amor, fica impossivel de controlar o que ela sente por ele.
E toda vez que ela entra na jaula dos leões ele treme de medo. E as vezes ele fica bem frio com ela, mais é pelo medo de perde-la.
Até o momento que um dos leões a ataca e aí ele joga tudo para o alto. Se ela quer morrer tudo bem, mais vai estar bem longe quando isso acontecer.
Ele dá o circo pra ela e no final.. adivinha??
Eles ficam juntos...
Se você gostou, compartilhe!
Digg it StumbleUpon del.icio.us Google Yahoo! reddit

2 Response to Nora Roberts - Uma paixão indomável - Bianca 401 - Resenha de Catarina Cardoso

26 de julho de 2010 09:45

Menina, que história mais doidinha rsrs, nunca li um livro da tia Nora com um mote tçao diferente.

bjs

27 de julho de 2010 18:28

Concordo, esse foi beeeem diferente. Nem parece Norinha, hehe!!!

Postar um comentário