A Maratona 2013 chegou!

A proposta é de tirar o fôlego. Uma maratona de livros de banca.
Um romance por mês, cada um com um tema diferente.
Começando em abril e indo até março de 2014.

 photo textoinicial_zpsdaf5f322.png

Michelle Reid - O nome da felicidade - Resenha Mônica Monte Souza

1 comentários


Uma vingança carregada de paixão... Giancarlo Cardinale estava determinado a ter sua vingança. Pensava que Natália Deyton dormira com o marido de sua irmã. E seu temperamento apaixonado exigia uma vingança em forma de sedução... e uma total rendição. Mas Giancarlo não estava preparado para a inocência que brilhava em Natália, ou para o poder de sua beleza. Ele sabia que estava se apaixonando pela primeira vez, mas a família vinha em primeiro lugar. E não tinha alternativa a não ser levar seu plano adiante...

Gostei do livro!!! Normalmente a Michelle Reid constrói uns mocinhos arrogantes que em algum ponto da história é certeza que fará a gente ficar furiosa com ele e esse não é muito diferente, mas ao mesmo tempo o Giancarlo é um mocinho tão carismático que não sentimos tanta raiva.

Ele acredita que a Natalia é amante do cunhado e quer se vingar dela, mas logo no começo ele se interessa por ela de verdade e faz de tudo para conquistá-la e tirá-la do cunhado.

Óbvio que ele estava enganado e fica completamente chocado quando descobre a verdade, porém estava meio que na cara a ligação da Natalia e do cunhado do Giancarlo, só a cabeça desses mocinhos que querem sempre achar explicações totalmente equivocadas para as situações.

Resenhas Maio/2013: Michelle Reid

4 comentários


A leitura sempre foi uma parte importante da vida de Michelle Reid. A sua mãe ia duas vezes por semana à biblioteca mais próxima para que nenhum dos seus cinco filhos perdesse esse especial interesse pelos livros. Uma das lembranças mais queridas de Michelle era voltar para casa depois da escola e encontrar uma nova seleção de livros à espera na mesa da cozinha. Desde então, não houve um dia em que não tivesse pelo menos dois livros abertos por algum lugar da casa, prontos para serem lidos assim que tivesse um momento de calma.

Sempre fora apaixonada por romances, embora, segundo ela, tenha demorado bastante a descobrir tudo o que aMills & Boon tem para oferecer. Foi então que tomou a decisão de tentar escrever ela mesma, sem pressupor que isso lhe mudaria a vida. Agora, partilha o tempo entre a numerosa família e o seu tranquilo estúdio, para o qual se retira para escrever sempre que pode. Mas para uma verdadeira escapada, prefere fazer as malas, meter-se no carro e partir com o marido para a casinha de campo que eles têm em Lake District, o lugar perfeito para passear pelas paisagens mais românticas de Inglaterra.