A Maratona 2013 chegou!

A proposta é de tirar o fôlego. Uma maratona de livros de banca.
Um romance por mês, cada um com um tema diferente.
Começando em abril e indo até março de 2014.

 photo textoinicial_zpsdaf5f322.png

Resenhas para o mês de Maio: Ruth Ryan Langan

10 comentários


Este é o mês de uma das DIVAS dos romances de banca. Quem é fã de romances de banca e ainda não leu Ruth Langan não sabe o que está perdendo. 

Seus livros com temática histórica figuram nas listas dos melhores de qualquer leitora que aprecia um bom romance, seja na época medieval, no velho oeste americano ou onde os mares e seus navegantes sejam o pano de fundo. Ruth Ryan Langan tem escritos 96 livros entre históricos e contemporâneos.



Resenha Ana Claudia dos Santos Martins - Jogador Apaixonado - Clássicos Históricos Especial 169

0 comentários


Um reencontro com o passado... e com o amor!

América do Norte, século XIX

Yale adorava as emoções do jogo. Apesr disso, nunca se considerara um proscrito, embora zombasse da lei dos homens. Preferia rotular-se como um indivíduo que vivia segundo as próprias leis.

Quis o destino que Yale, movido por seu alto senso de justiça, decidisse ajudar uma viúva e seus dois filhos a escapar de um bando de criminosos. E, para sua surpresa ela era Caroline McKinnon, a jovem que fora obrigado a abandonar. Caroline, que se tornara uma mulher cativante e corajosa, o fez ansiar por um lar e pelo amor de uma boa esposa, objetivos que ele sempre descartara. Mas o amor reacendido sobreviveria a uma escalada de perigos?
Yale Conover é um charmoso jogador de pôquer, vivendo do dinheiro do jogo e de apostas.  De passagem pela cidade na qual havia vivido é  expulso pelo xerife; quando se prepara  para sair da cidade ouve som de tiros: há um homem ferido na estrada. Yale ajuda o homem que faz parte de uma quadrilha. Depois de passar algumas semanas com os bandidos, nosso herói percebe que sua estada com a quadrilha não foi boa ideia e para piorar os malfeitores pretender usar a casa de uma mulher sozinha com duas crianças como esconderijo.  Yale percebe o perigo da situação ao constatar  que eles pretendem violentar a mulher e matar as crianças. Então  sem pestanejar Yale sai na calada da noite, sem que os facínoras percebam e vai à casa da mulher para avisá-la do perigo. Ao chegar, encontra a mulher que  para sua felicidade (ou infelicidade) é Caroline McKinnon, a jovem por quem Yale esteve apaixonado há doze anos atrás  e que ainda “o provocava e censurava todas as noites em suas lembranças”.


Após a surpresa do reencontro e das devidas explicações Caroline decide aceitar a ajudar de Yale, já estão fazendo os planos de fuga quando o bando chega e começa atirar, Yale  corajosamente revida os tiros, fazendo com que a quadrilha recue. Com as emoções à flor da pele, Caroline e Yale se beijam e percebem que o sentimento vivido na adolescência não havia morrido.  Outro perigo se aproxima deles, pois os bandidos ateam fogo na casa. Percebendo que estão sem muitas opções  Yale, Caroline e seus filhos Seth e Cody  fogem da casa a procura de ajuda  e partem numa aventura em direção à imensidão  do agreste selvagem americano. Ao mesmo tempo em que se sente apavorada  com os bandidos, seus sentimentos por Yale vão se transformando de gratidão para uma paixão sendo cada vez mais difícil disfarçar. Da mesma forma Yale vai gostando cada vez mais de Caroline e de seus filhos.

Assim nessa emocionante fuga, o casal descobre uma  paixão ao mesmo tempo em que bandidos persistem em encontrá-los em busca de vingança pela traição de Yale. Caroline cada vez mais apaixonada se questiona se valeria a pena se entregar a um jogador, um homem sem rumo e no final acabar se magoando. Por sua vez Yale, está dividido entre a oportunidade de reconquistar Caroline e formar uma família ou  continuar com  vida  fácil de jogador ...por falar em família, talvez essa  seja a solução para Yale: ir procurar seus irmãos para ajudá-lo a  sair dessa grande e apaixonante enrascada.

Jogador apaixonado é um daqueles livros que não se deve julgar pela capa e nem pelo título,  que particularmente acho que não  faz jus à história (Bandlands Legend  é o título em inglês). Digo isso porque fiquei em dúvida se valia a pena ler o livro; atualmente considero o melhor livro de Ruth Langan que já li! A leitura flui e o leitor se sente dentro de um  filme de faroeste! Muitos tiros, bandidos, fugas,esconderijos e claro muito romance!

O livro faz parte da saga dos irmãos Conover. Direito à esperança e Corações indômitos que tratam das histórias  dos irmãos de Yale:  o valente xerife Gabe e a corajosa Kitty.

Boa leitura  e até o próximo mês

Sorteio mês de Abril

2 comentários
Total de 44 resenhas :) Para ver a numeração clique AQUI.




Oásis Do Coração - Kate Hewitt

Rei do deserto, pai de seu filho…

Com um frio na barriga, Lucy Banks chegou ao reino de Biryal, no meio do deserto... trazendo consigo um segredo! Ao ver o sheik Khaled, o homem que a amou e a abandonou, em seu suntuoso palácio real, Lucy ficou deslumbrada com sua bárbara magnificência: ele era o rei do deserto, e seus olhos tinham se tornado mais negros e severos do que antes. Não era mais o mesmo Khaled que ela conheceu no passado... Lucy queria fugir de sua avassaladora masculinidade, mas estavam unidos para sempre... pois ele seria em breve o pai de seu filho.

E a vencedora foi...
 
 
 Parabéns,
Juliana!!!!
 
Mande seu endereço pelo contato do maratona de banca. 

Resenha da Gabriela Dias - Ruth Langan - A Aventureira - Clássicos Históricos 26

0 comentários

Uma farsante na corte
Stephan Driscoll precisava de uma mulher não apenas por uma noite de amor... Bastava ao impetuoso lorde estalar os dedos, para que qualquer uma das damas da corte de Londres se atirasse a seus pés. Quando, porém, o rei Charles II decidiu, só por capricho, obrigá-lo a se casar, Stephan escolheu a desconhecida e estonteante Lady Claire.

Dessa vez Claire se metera em sérios apuros! Fora capturada, juntamente com um bando de ladrões, ao tentar assaltar o lorde e seus amigos. Sem meios de escapar, não tivera alternativa senão desempenhar seu papel na estranha encenação que o nobre idealizara. Mas fingir ser um respeitável dama em meio a todo aquele luxo foi bem mais fácil do que ocultar uma outra e perigosa verdade: a paixão de Claire irresistível Stephan...

Resenha:

Stephan descobre que seu primo, o Rei, pretende casá-lo com alguma nobre da corte. Já que ele não quer que sua vida de solteiro aventureiro acabe, ele precisa que alguma linda mulher se passe por sua pretendente e assim, acabar com os planos do rei.
Claire é uma plebeia que passou a ser espancada pelo seu padastro após a morte da sua mãe. Antes que a violência piore e que seu padastro a violente, ela decide fugir e se unir a um bando de ladrões, uma das únicas opções que existiam na época, para garotas em sua situação.
É nesse cenário que Stephan e Claire se encontram. Claire vai assaltá-lo e quando o assalto falha, Stephan, que se encanta com a beleza de sua assaltante, impõe que ela se passe por sua amante na corte ao invés de fazê-la pagar por seus crimes.
Particularmente, não gostei dessa estória. Não a estória em si, pois a Ruth escreve bem a suas tramas são encantadoras, mas odiei esse mocinho. A feminista que existe em mim se revoltou por cada atitude que esse rapaz toma ta trama. não as atitudes em si, mas a forma como ele age. Suas reações são sempre muito violentas. Em nenhum momento ele bate na mocinha, mas chega perto várias vezes. Outra coisa que me revoltou nele é a forma de como até em pensamento, ele pensa da mocinha de forma menosprezível, pensando nela como escória, como uma ladrazinha suja. E até quando ele pensa que toma uma atitude bacana, quando pensa que se sacrificou pela mocinha ele é um verdadeiro babaca.
Enfim, gostei do livro, mas que passei uma raiva danada por causa das ações do mocinho, isso eu passei.
Obs: No final do livro tem uma reviravolta que nem é tão reviravolta assim, já que no prólogo nos podemos deduzir isso.

Resenha de Dulcy Silva - Sonhos de Cinderela - Destinos 18

1 comentários



A saga da Família Fortune continua! Viva as mais novas aventuras desses personagens ricos, corajosos e muito poderosos lendo também as incríveis histórias da Família Fortune do Texas.


A atriz Ciara Wilde fugiu da cidade às vésperas do seu casamento. Na cabana de esqui da família Fortune, Ciara tinha a esperança de ter um pouco de privacidade. Porém, seus planos são arruinados quando ela é surpreendida por um intruso: Jace Lockhart, um repórter cansado das guerras que teve que cobrir. Ele também está querendo ficar sozinho na cabana da família. E uma inesperada nevasca acaba fazendo com que os dois “fugitivos” descubram a cura para suas desilusões nos braços um do outro.

Quais sonhos tem uma cinderela? Encontrar um homem companheiro, atencioso, forte, carinhoso, amor .... bem tudo isso Ciara encontra em Jace. 

Atriz famosa, noiva de um ator também  famoso, Ciara se afasta da agitação de  Hollywood semanas  antes de seu casamento e segue para uma cabana emprestada por uma amiga para repensar sua vida, uma vez que está  incegura quanto a decisão de se casar. 

Jace jornalista especializado em reportagens de guerra , desejando ficar só e avaliar o no que fazer de sua vida toma o mesmo caminho, sem saber que a cabana de sua família estava ocupada por uma hospede.

Uma nevasca em plena primavera os prende na cabana, permitindo  conhecerem-se  melhor e aos poucos se apaixonem.

 Ciara não revelar seu noivado, fato que ao ser descoberto por a Jace põe fim ao romance vivido na cabana, mas não ao amor que  eles sentem um pelo outro.

Após algum tempo eles se reencontram uma festa da família Fortune  e a magia acontece.
Gostei da história, sensível, leve sem grandes intrigas, os fatos são conseqüência das atitudes e escolhas de cada personagem.  

Este é o primeiro livro que leio da seria família Fortune.Durante o período que eles passaram na cabana, não senti falta de conhecer os outros membros desta saga, pois tudo era centrado nos sentimentos e no convívio  das personagens.

No capitulo final, na festa em que Ciara e Jace se reencontram a família está reunida e tecem comentários sobre os seus membros e situações vividas em outras histórias. Não acho que o fato de ter lido este livro primeiro tenha interferido no meu envolvimento com a história de Ciara e Jace, porém  fiquei curiosa para outros membros da família Fortune.